Malhas para Produção de Camisetas

Malhas utilizadas na produção de camisetas

Apresentamos neste texto uma rápida descrição das principais malhas utilizadas para produção de camisetas, sejam elas de fibras naturais ou sintéticas.

Entenda as diferenças para obter a melhor solução para suas necessidades.

Malhas para produção de camisetas

Tipos de malhas possíveis usuais para fabricação de camisetas.

Podemos dividir as malhas utilizadas para fabricação de camisetas em dois grandes grupos:

  • Malhas de fibras naturais, como o algodão, o linho e a seda
  • Malhas de fibras sintéticas como poliéster, elastano e poliamida.

1 – Malhas de algodão

Algodão – a fibra natural mais utilizada no mundo

As fibras naturais conferem ao algodão conforto e beleza, porém os fios precisam ser tratados para atingir tais qualidades de forma satisfatória. 

É neste momento do tratamento que as diferenças entre malhas de um mesmo material podem originar produtos muito diferentes.

Duas malhas se destacam entre os produtos de algodão, que são a malha cardada e a malha penteada.

Malha de algodão cardado

Neste tipo de malha as fibras passam por equipamentos chamados cardas, que não retiram as fibras de tamanhos menores, tornando o produto mais “grosseiro” em relação ao penteado que recebe outro tratamento.

Estes fios tendem a formar bolinhas (pilling) com mais facilidade e geralmente são constituídos com espessuras maiores (24.1, 26.1 e 28.1) o que também afeta seu acabamento e conforto.

Alguns fabricantes utilizam o fio 30.1, mais fino, na malha cardada.

Por isto os produtos gerados com a malha cardada são mais baratos, devido ao processo produtivo mais simplificado, que gera maior aproveitamento da matéria prima, e é ideal para aplicação em produtos promocionais e uniformes.

As camisetas com malha de algodão cardado variam de tamanho com mais facilidade, justamente por causa de suas fibras.

Malha de algodão penteado

As fibras passam por mais equipamentos neste tipo de malha, como a penteadeira, onde são retiradas a fibras curtas e outras impurezas, gerando desta forma um fio resistente e de beleza muito superior ao cardado.

Como consequência do tratamento, somando se o próprio processo industrial mais complexo e perda de material pela retirada das fibras curtas, há um aumento significativo do custo do produto.

Além deste fato, como o processo por si só já é mais caro, os fios que são utilizados, normalmente, são os mais finos (30.1), o que também faz com que o preço aumente.

Produtos utilizados para moda tem esta malha como a preferida.

As camisetas de grife, por exemplo, utilizam muito a malha de fio penteado  por conta do resultado estético e conforto, que agregam valor ao produto.

2 – Malha fria

Poliéster, fibra sintética mais utilizada para malhas

A malha fria é um produto obtido de forma sintética podendo ser 100% poliéster, conhecida como malha PP, ou por uma mistura de materiais como o poliéster e a viscose, conhecidos por malha PV.

Outros tecidos tem composição 100% poliéster como a Helanca e o Cacharrel.

Porque o nome malha fria?

Diferente do que o nome sugere a malha fria não é fria para locais de clima quente e sim no clima frio, já que não absorve calor ou permite a passagem do ar.

Estas características são resolvidas em malhas sintéticas que recebem tratamento especial como as Dry Fit que permitem a troca de calor com o meio ambiente, as anti-pilling que conservam a aparência do tecido por mais tempo sem o surgimento de bolinhas.

A malha fria pode ser utilizada em camisetas promocionais (100% poliéster), uniformes (PV), camisetas esportivas (Dry Fit) ou moda em geral nas suas várias opções de composição.

3 – Malhas Mistas

Existem diversas malhas que foram criadas com a mistura de duas ou mais fibras, aliando os pontos positivos para gerar um produto superior.

As malhas mistas podem ser frescas como as naturais e com alta durabilidade como as sintéticas. Possuem bom caimento, maciez e versatilidade.

Por isto estas malhas são adequadas para diversos segmentos: moda, uniformes profissionais e escolares e camisetas básicas.

Como exemplo, além da PV que já comentamos, temos:

  • malha PA, composição de poliéster com algodão (50%/50%),
  • malha Piquet (100% poliéster, 100% algodão, ou poliéster com algodão), malha poliéster com elastano (96%/4%),
  • malha viscose com elastano (96%/4%),
  • algodão com poliéster (88%/12%).
  • Os percentuais são referenciais de algumas marcas, podendo haver diferenças significativas entre fábricas.

Se ainda precisar de mais informações sobre as malhas utilizadas na produção de camisetas, para auxiliar na sua escolha, entre em contato e vamos fazer o possível para atender sua necessidade.

3 thoughts on “Malhas para Produção de Camisetas

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.